Chafariz do Largo Dois de Julho

 

O antigo chafariz do Largo do Accioli (atual Praça Gen. Inocêncio Galvão) foi o último contratado entre os 12 primeiros do Sistema do Queimado. Em setembro de 1858, o Vice-Presidente da Província, em sua Fala na abertura da Assembleia Legislativa, comunicou que a Companhia do Queimado estava trabalhando no assentamento desse chafariz.

Tudo indica que o referido chafariz do Largo do Accioli é o mesmo do Largo Dois de Julho, das fotos ao lado, do início do século 20.

Esse chafariz foi feito em ferro fundido, com 2,7 metros de altura e 435 kg. Adquirido na França, com escultura do artista francês Hubert Lavigne (1818-1882) e fabricado nas fundições Val d'Osne. Tinha uma grande bacia, embaixo, para captação de água. Esse chafariz fazia parte do catálogo da Val d'Osne de 1851.

Lavigne também foi o autor das esculturas do chafariz do Comércio, o primeiro instalado na Cidade.

Um chafariz desse tipo ainda existe em Villeneuve-le-Roi, na França, veja fotos abaixo.

Após a construção da Avenida Sete de Setembro, o Chafariz da Cabocla, foi relocado da Piedade para o Largo Dois de Julho, atualmente está nos Aflitos.

Em 2016, Freitas Jr. identificou uma escultura do menino sustentando uma concha, nas instalações do Palacete Góes Calmon, sede da Academia de Letras da Bahia, em Nazaré. Provavelmente é a mesma que decorava o chafariz do Largo Dois de Julho (foto nesta página).

 

Escultura
Esculturas

 

◄ Largo Dois de Julho

 

Chafariz antigo

 

Chafarizes

 

À direita, escultura do menino sustentando uma concha, nas instalações da Academia de Letras da Bahia, em Nazaré. É provavelmente a mesma do antigo chafariz (foto enviada por Freitas Jr.).

 

Antigo chafariz, desativado, em Villeneuve-le-Roi, Ile-de-France, de construção idêntica ao de Salvador. Título: Enfant portant une coquille. Esse, da França, foi adquirido por volta de 1881. O de Salvador era cerca de 20 anos mais antigo.

 

Escultura menino

 

Salvador

 

Copyright © Guia Geográfico - Bairros Históricos de Salvador, Largo 2 de Julho.

 

Salvador

 

Chafariz do Largo Dois de Julho

 

 

 

 

 

 

Divulgação